O que te impede de fazer uma boa ação hoje?

© Fonte: @raquelreisph

Nem todos sabem que minha irmã caçula é fotógrafa, (excelente, por sinal)… foi ela quem fez as fotos que utilizo na maioria dos serviços online onde estou cadastrado, e também a que utilizo na minha pequena descrição aqui no site.

Mas hoje me deparei com um post em seu perfil profissional no Instagram que me encheu de orgulho. Confira aí nas palavras dela e inspire-se para você também praticar sua boa ação em toda e qualquer oportunidade! 😉


© Fonte: @raquelreisph


ATUALIZAÇÃO

(03/08/2021)

No dia 02/ de agosto de 2021, minha irmã postou um vídeo com slides de fotos da entrega das doações que ela arrecadou para o Marcos. É imprescindível que se leia a legenda do vídeo e a continuação dessa legenda encontra-se nos comentários do vídeo lá no Instagram!

© Fonte: Instagram de Raquel Reis.

Esta é a legenda do vídeo:

Ontem (01/08) eu e a @andressacabrall fomos no centro de SP encontrar o Marcos Paulo. Chegando lá encontramos ele dormindo, um dos amigos o acordou e ele nos recebeu com um sorriso largo e super animado… "Nossa, você veio mesmo!!!"
Então eu disse que tinha ido levar as fotos que prometi, e também algumas coisinhas a mais, e o chamei pra nos acompanhar até o estacionamento pra pegar. Ele mal acreditou quando viu o tanto de coisa que tiramos do carro… Enquanto íamos pra lá perguntei quantos anos ele tem, de onde é, sua profissão, há quanto tempo está na rua e por quê está nessa situação, (30 anos, Londrina PR, pintor, mora na rua em SP há 1 ano, por causa de problemas com a ex).

Voltamos pro local onde ele estava antes, e ele foi ver as coisas que tinham na mochila, começando pelas fotos… ficou todo todo se achando O modelo, como vocês podem ver no vídeo. Disse que no dia que eu tirei as fotos ele passou a noite toda pensando "nossa, já pensou se eu viro modelo profissional e mudo de vida?!" Pediu pra mostrar as fotos pra irmã (ele sabia o número de cor, adicionei ela no whatsapp e ele mandou alguns áudios pra ela, e um vídeo mostrando as fotos)…
Depois disso continuou vendo as coisas, e quando eu disse que minha mãe tinha feito a touca, ele já colocou na mesma hora. Na hora que viu a Bíblia os olhos dele encheram de lágrimas… Eu disse que Deus estava querendo falar com ele, que atrás de cada uma das fotos eu coloquei uma verdade sobre ele, pois o que ele fez ou deixou de fazer não o definem, ele não é o que fez, ele é o que Deus o criou para ser, e é assim que o Senhor o vê.

Perguntei se ele conhecia Jesus, e pra minha surpresa (e com certeza vai ser a de vocês também), disse que já foi missionário da Jocum… Esteve em vários Estados do Brasil. Nessa hora até eu senti vontade de chorar! Foi o momento em que eu entendi tudo: Porquê pela primeira vez aceitei fotografar um deles, que várias vezes tinham brincado pedindo pra que eu tirasse foto deles; porquê achei ele tão diferente dos demais, na forma de falar, de agir; porquê Deus me levou a orar por ele todos os dias desde então. E aí falei mais algumas coisas, e então orei por ele.
CONTINUA⬇️

Lembre-se de conferir os comentários para continuar a leitura! 😉


Você pode conferir mais sobre o trabalho da minha irmã Raquel Reis em seu site: raquelreis.com.br.


E você, o que te impede de fazer uma boa ação ainda hoje?