Como contestar suas decisões inconscientes e transformar maus hábitos

Maus hábitos

Escrito por: Mike Bundrant

Publicado em: terça-feira, 10/jul/2018


Primeira coisa de manhã, eu me levanto e faço o café. Nada demais. É apenas uma rotina. E certamente estou contente por não precisar reavaliar o café da manhã e chegar conscientemente a uma nova decisão todos os dias.

Enquanto faço o café, normalmente penso sobre os planos para o dia e outros assuntos. Tenho certeza que você faz algo parecido, certo?

Recentemente os pesquisadores da Universidade de New South Wales descobriram evidências de que o pensamento inconsciente afeta a tomada de decisões. Esse é o ponto da minha história sobre o café. A sua mente inconsciente pode guiá-lo através de decisões rotineiras sem perceber conscientemente o que está acontecendo.

Todos nós estamos continuamente tomando pequenas decisões, baseadas na experiência e na rotina, que servem para traçar o nosso rumo ao longo do dia. Decisões inconscientes são como o sistema do piloto automático que o conduz para onde você precisa ir com eficiência, sem ter que avaliar cada movimento como se fosse a primeira vez.

Infelizmente, algumas decisões inconscientes não são as melhores.

As consequências de muitas decisões automáticas ou inconscientes são muitas vezes terríveis. Por exemplo, algumas decisões inconscientes resultam em óbito.

Não é o melhor resultado do mundo, não é? No entanto, muitas das nossas decisões tomadas no piloto automático nos levam direto para uma sepultura precoce.

Fumo e comida em excesso, por exemplo, são decisões diárias sobre as quais muitos não pensam conscientemente. E as consequências são geralmente terríveis no longo prazo. No entanto, por alguma razão, decisões inconscientes são tomadas todos os dias para prosseguir no mesmo caminho, sem serem questionadas.

Naturalmente, a tomada de decisão inconsciente ainda é uma coisa boa. Se você tivesse que tomar todas as decisões diárias conscientemente, ficaria atolado. Muitos dos seus comportamentos são melhor realizados como parte de uma rotina predeterminada, certo?

Em outras palavras, você aprendeu conscientemente a tomar a escolha ‘certa’ há muito tempo… e você ainda toma a mesma decisão regularmente. Entretanto, o processo de tomada de decisão desaparece da consciência para fins práticos.

O processo funciona contra você quando você está executando ordens inconscientemente que agora estão lhe prejudicando.

Como você pode alterar as decisões inconscientes que estão lhe fazendo mal?

Abordando-as de frente, cara a cara.

Em outras palavras, você tem que sair do piloto automático e enfrentar a decisão conscientemente com certas decisões habituais que não estão lhe servindo. A principal ferramenta para fazer isso é uma autoconsciência honesta na forma de uma declaração de verdade.

A função de uma declaração de verdade é conectar os pontos entre o que você está fazendo e as consequências. A maioria de nós que toma decisões crônicas ruins no piloto automático está ignorando as consequências. A negação termina com as declarações de verdade!

Aqui está a fórmula para criar uma declaração de verdade:

  1. Identifique a ação (por exemplo, comer um doce).
  2. Identifique a consequência (por exemplo, aumenta o teor de açúcar no sangue, provoca gordura e diabete).

Está aqui o modelo para uma indicação inconsciente da declaração da verdade. Lembre-se, o único objetivo agora é tomar a decisão consciente

Eu estou tomando agora a decisão de ____(ação)_____ mesmo que ela ____(consequência)_______.

Exemplos:

  • “Eu estou tomando agora a decisão de comer esse doce, mesmo que me dê diabete e eu fique mais gordo(a).”
  • “Eu estou tomando agora a decisão de adiar o meu relatório, mesmo que isso crie um monte de estresse, me force a fazer um trabalho de qualidade inferior e limite a minha carreira.”
  • “Eu estou tomando agora a decisão de ignorar as necessidades do meu cônjuge, embora isso faça com que ele(a) fique mais ressentido(a) comigo e, no final das contas, termine o nosso casamento.”

Recrimine-se! Essa é uma maneira de confrontar os seus apegos psicológicos negativos e de conseguir um insight raro em você mesmo. Na minha experiência como coach, a maioria das pessoas que aderem a esse protocolo acaba largando o piloto automático e descobrindo comportamentos mais produtivos.

Claro que não há garantias e isso não é magia. Você tem que tentar declarações de verdade por você mesmo — durante um curto período de tempo — para descobrir se elas têm o poder de levá-lo para a direção certa.

Fonte:

Confira também: